Ilha de Itamaracá Pernambuco

No século XVII, a ilha foi palco de várias disputas coloniais que marcaram sua história. Segundo os historiadores, os primeiros habitantes de Itamaracá seriam náufragos, embora existam registros da passagem dos portugueses, João Coelho da Porta da Cruz e Duarte Pacheco Pereira.

As disputas giravam em torno do Forte Orange construído pelos holandeses em 1631, anos mais tarde acabaram sendo expulsos pelos portugueses. Depois da retirada dos holandeses, o monumento histórico foi reconstruído pelos portugueses em 1696. No ano de 1938, foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Cartão-postal da cidade, o patrimônio passou anos abandonado. Hoje, abriga lojas de artesanato, capela e museu. Das muralhas, avista-se toda a praia, além da Coroa do Avião, uma encantadora ilhota de areia, com águas cristalinas e palhoças que funcionam como bares. Acessível por barco ou jangada, Coroa é perfeita para caminhar, petiscar e jogar conversa fora.

Hoje a Ilha Itamaracá também abriga o Ecoparque Peixe-Boi & Cia, um importante parque de proteção ao animal marinho e vive um processo de valorização econômica e turística.

COMO CHEGAR

Parta de Recife pela PE-015 e siga até a entrada para a BR-101 até Igarassu. Lá, siga pela PE-035 até Itamaracá.

COMO CIRCULAR

A 8 km do Centro, acesso por estrada com pista simples, a Praia de Forte Orange abriga as principais atrações da ilha. Além da praia propriamente dita, lá fica o Forte Orange (principal atração), o Ecoparque Peixe-Boi & Cia e a Ilhota Coroa de Avião (acesso de barco).

 

Ilha do Mel Paraná

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *